Destaques Últimas Notícias

Missa celebra os 310 anos da Igreja de Santa Tereza D’Ávila, patrimônio histórico do Paudalho

Paudalho, na Zona da Mata de Pernambuco, é um local marcado pela religiosidade. O município apresenta várias igrejas e capelas fundadas entre o século 17 e 18. Entre elas, está a Igreja de Santa Tereza D’Ávila, que completou ontem, 310 anos desde sua construção. Para celebrar esse marco, uma cerimônia solene foi realizada pelos membros da congregação.

O evento ocorreu na própria Igreja, localizada na comunidade Santa Tereza. A cerimônia foi aberta ao público e, durante a ocasião, o uso da máscara será obrigatório para evitar a transmissão da covid-19.

A Igreja de Santa Tereza D’Ávila é a segunda mais antiga do município. O monumento teve sua origem no núcleo inicial da cidade, o antigo Engenho Pau d’Alho, fundado em 1711. O patrimônio compõe o Sítio Histórico Santa Tereza, em conjunto a antiga Estação Ferroviária de Paudalho, construída em 1881, e aos casarios do final do século 19 e início do século 20.

Por dentro da história da Igreja de Santa Tereza D’Ávila

De acordo com dados levantados pela Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, a Igreja de Santa Tereza D’Ávila foi fundada em 1711 pelo português e senhor de engenho Joaquim Domingues Telles.

Naquela época, quando Domingues chegou de Itamaracá, acompanhado de familiares e escravos, percebeu que a igreja mais próxima era a de Nossa Senhora do Desterro, no povoado de mesmo nome. Devido à grande distância entre o engenho e o povoado, os moradores locais junto ao proprietário, decidiram construir uma nova capela mais próxima para facilitar a celebração das missas.

Como a esposa do senhor do engenho se chamava Thereza, decidiram assim atribuir a nova capela a Santa Thereza de Jesus (Santa Tereza D’Ávila). A celebração da primeira missa no local foi realizada em 13 de outubro de 1711, pelo padre Júlio da Cunha, e foi acompanhada de uma grande festa.

Deixe um comentário